Blog

Como se organizar para fazer sua primeira viagem

29 de agosto de 2016
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...

Conviver com outros povos, conhecer lugares completamente diferentes de tudo o que já se viu, estar em meio a novas paisagens e experimentar a culinária de outros países. Isso é o que acontece quando você decide fazer a sua primeira viagem.

O problema é que existem muitos medos e mitos envolvidos que contribuem para complicar essa enriquecedora experiência. Com as dicas certas e o planejamento certo, sua primeira viagem será incrível.  O único risco é gostar tanto a ponto de não conseguir parar de viajar depois!

Antes de tudo, escolha o destino

destino da primeira viagem

A viagem começa quando definimos o lugar para onde estamos indo. Para isso, considere o seu estilo de vida. Se você é do tipo que gosta de natureza, por exemplo, não vai se sentir muito a vontade nos cassinos de Las Vegas, não é?

Depois de definir o destino, comece a planejar a viagem. Uma boa pesquisa e um bom planejamento garantem 90% do sucesso da sua primeira viagem. Planeje, pelo menos, com seis meses de antecedência para poder organizar com calma e economizar mais. Para facilitar as coisas, separamos uma planilha pra você preencher com todas as informações.

Passagens aéreas e hotéis saem mais barato quando você compra com antecedência, quanto mais próximo da data, mais caro fica, especialmente o avião. Para encontrar promoções de passagens aéreas, fique atento as publicações do site Melhores Destinos. Vale baixar o App do site, que é gratuito e avisa de todas as promoções que surgem.

 

11 Pontos turísticos de Florianópolis que tiram o fôlego

Os 12 melhores lugares para viajar no Brasil

Passo a passo de como tirar o passaporte

 

Se a sua viagem tiver que ser em uma data específica do ano, outra opção é o Skyscanner, que fornece os dias em que as passagens estão mais baratas, informa quais cidades têm os voos mais em conta e ainda envia alertas por e-mail caso os preços baixem. Você também pode encontrar os voos mais baratos, explorar os destinos no mapa e se inscrever para receber alertas através do Google Voos.

Se você tiver flexibilidade com relação à época da viagem, uma dica é evitar as altas temporadas, como os meses de dezembro, janeiro e julho, onde as pessoas estão de férias. Viajar em meses alternativos, como setembro ou maio, sai muito mais barato, podendo chegar à metade do preço.

Outra dica é ficar atento aos feriados do país que você vai. Já pensou chegar lá e encontrar tudo fechado durante a semana? Além disso, fique atento ao clima do local, já que em alguns países, como no hemisfério norte, as estações do ano são inversas a nossa. Não adianta nada se planejar para ir esquiar e encontrar um verão de 30°c.

Viagens internacionais

primeira viagem internacional

Sair do país é mais complicado do que parece. Há uma série de custos que devem ser levados em conta, bem como tramites legais que iniciam na hora de tirar o passaporte. Por isso, fique atento à todas as dicas que daremos a seguir e aproveite o melhor da sua primeira viagem.

Defina o seu orçamento

orcamento para a primeira viagem

É hora de se organizar e definir quanto é viável gastar durante a viagem. Utilize a planilha que mostramos anteriormente e calcule os gastos com hotel, alimentação, transporte, passeios, compras e até um dinheiro extra para possíveis imprevistos. O importante é ficar atento para o dinheiro não acabar no meio da viagem. E não se esqueça de que as contas no Brasil, como aluguel, luz e água, continuarão a ser cobradas. Organize-se para não voltar falido e tornar a volta para casa um pesadelo.

Qualquer turista brasileiro tem direito a levar consigo numa viagem até R$ 10.000 em dinheiro vivo ou em cheques de viagem sem precisar declarar à Receita Federal. Acima desse valor, a declaração é necessária.

Lembre-se de não levar todo o seu dinheiro em espécie. Procure levar pelo menos a metade em cheques de viagem, emitidos em dólares ou, no caso da Europa, em euros.  É recomendável levar também um cartão de crédito com validade internacional, caso o possua. Aliás, os cartões de crédito internacionais são a forma de pagamento cada vez mais utilizada.

Faça um roteiro da viagem

roteiro de primeira viagem

Cada cidade e país têm a sua cultura e passeios diferentes para fazer. Nessa hora o melhor a fazer é abrir o Google  e colher o máximo de informações sobre a cidade que você irá visitar. Assim, você reduz as chances de ter problemas pesquisando a fundo sobre o seu destinos, montando um roteiro de viagem detalhado.

Ao montar o roteiro defina antecipadamente quais localidades serão visitadas, as principais atrações e o custo de cada uma delas. Muitas oferecem dias com entrada gratuita, o que pode ser um grande auxiliar na hora de economizar. Para facilitar essa experiência, você pode utilizar o Field Trip, um aplicativo que te ajuda a encontrar lugares interessantes nas categorias arquitetura, lugares e eventos históricos, estilo de vida, ofertas, restaurantes e bares, cinemas, arte ao ar livre.

Além disso, procure saber de questões como instabilidade da moeda, crises políticas, feriados nacionais e estação do ano que podem fazer toda a diferença na hora de definir o rumo da sua primeira viagem.

Passaporte, visto e vacinas

passaporte visto e vacina para primeira viagem

O passaporte é um item quase obrigatório para quem irá fazer uma viagem internacional. Quase obrigatório porque ele não é necessário em vários destinos da América do Sul, por exemplo.

No site da Polícia Federal você pode encontrar todas as informações e documentos necessários para tirar o seu. Vale lembrar que, como todo documento, o passaporte tem validade e é preciso renovar a cada cinco anos. E não deixe para tirá-lo na última hora! Nunca se sabe quando pode acontecer um problema na emissão do documento.

Caso o seu passaporte esteja perto de vencer, não deixe de consultar as regras do país para o qual você está embarcando. Alguns exigem que o passaporte tenha o mínimo de seis meses de validade. Outros pedem apenas que o documento esteja válido para o período da viagem. Pesquise antes para não correr o risco de ser deportado.

Com o passaporte em mãos é hora de descobrir se o país para o qual você está embarcando exige ou não visto para brasileiros. Veja a lista de países que cobram ou não visto para brasileiros e detalhes sobre como tirar o visto para os Estados Unidos, Canadá, Japão, Dubai e Austrália.

Se você tem conexão nos Estados Unidos lembre-se que o visto americano é obrigatório, independente de o país ser apenas uma parada até o destino final. Se você não tiver o visto americano nem poderá embarcar. Países como China, Canadá e Austrália exigem que o visto seja retirado antes do embarque, assim como os Estados Unidos.

É importante lembrar que alguns países exigem comprovante internacional de vacina contra diferentes doenças. A principal delas é contra a febre amarela. O certificado internacional de vacinação contra febre amarela é fornecido pelos postos da ANVISA, existentes na maioria do portos e aeroportos do país. No site da ANVISA você pode consultar a relação completa dos postos além de obter informações sobre quais países exigem vacina.

Hospedagem

hospedagem para a primeira viagem

Ao escolher o local de hospedagem, prefira um acessível, que seja perto dos pontos de interesse que você escolheu visitar. Os melhores lugares para pesquisar são sites como o Airbnb, Booking, Trivago e Hostels.

Se hospedar em hostels é a melhor maneira de economizar durante a viagem. Além disso, lá você terá a oportunidade de conhecer outras pessoas legais. Mas não pense que nesse tipo de hotel só existem quartos compartilhados e que só mochileiros e jovens os habitam. Existem vários hostels incríveis, com quartos privativos, super bem localizados e com várias pessoas de todas as idades.

Como arrumar a mala

arrumar a mala primeira viagem internacional

Apesar de ser tentador levar todo o guarda-roupa na viagem, não é nada prático carregar tanto peso. As viagens costumam ser longas, o trâmite nos aeroportos é demorado, os percursos entre os portões de embarque são longos e o trajeto até o hotel nem sempre é fácil.

Para as mulheres, o ideal é levar 2 calças jeans (uma no corpo e a outra na mala), 1 calça social, saia ou vestido, 1 blazer de cor neutra, para combinar com tudo (bege, gelo, cru ou preto), 1 roupa de festa, 3 ou 4 camisetas básicas, 1 agasalho, 1 sapato confortável, 1 sapato social, 1 sandália, 1 chinelo de dedo, 1 tênis, 2 sutiãs, calcinhas e meias ocupam pouco espaço, então pode levar à vontade.

Para os homens, os itens básicos são 2 calças jeans (uma no corpo e a outra na mala), 2 calças sociais, 1 bermuda, 2 camisas esporte de manga comprida, 1 camisa social, 3 ou 4 camisetas básicas, 1 blazer de cor neutra, 1 gravata, 1 sapato social, 1 sapatênis confortável, 1 tênis, 1 chinelo de dedo, cuecas e meias.

Também é importante ficar atento para não ser barrado no check-in ou pagar excesso de bagagem. Os passageiros que embarcam a partir do Brasil em voos internacionais têm direito a dois volumes, com 32 kg cada um, e mais uma bagagem de mão com volume de 115 cm. Para voos dentro da América do Sul o limite cai para 23 kg e apenas um volume despachado.

Em relação à bagagem de mão é preciso salientar que muitos objetos não são permitidos. Por este motivo, consulte sempre o site da companhia aérea escolhida para ver as regras específicas do país de destino.

Quando tudo estiver pronto e a mala fechada, use um cadeado do tipo TSA para trancá-la. Usar fitas coloridas e tags de identificação, com telefone, e-mail e endereço é fundamental no caso de extravio e também para evitar troca de malas. Dinheiro, câmera fotográfica, computador e outros bens valiosos devem ir na bagagem de mão, assim como uma muda de roupa (para o caso da mala ser extraviada ou se houver atraso no voo).

Tenha todos os documentos necessários e deixe cópias em casa

documentos necessarios para primeira viagem

Ao viajar para outro país é preciso estar muito atento a pequenos detalhes que podem garantir a sua segurança. É muito importante que alguém no Brasil saiba todos os passos da viagem. Essa pessoa será responsável por ajudar caso algo mais grave aconteça. Deixe com ela cópias das passagens aéreas, reservas de hotéis, cópia do passaporte, seguro de saúde e um roteiro básico da viagem. Vale ate combinar de quanto em quanto tempo você entrará em contato para garantir que tudo está bem.

Todas as cópias desses documentos devem também estar com você, tanto impressas para serem apresentadas na imigração, quanto em um e-mail que possa ser acessado durante a viagem. Com cópias é muito mais fácil resolver problemas como furto de passaporte, por exemplo.

Caso esteja viajando com cartões de crédito, tenha também guardado os números de atendimento ao cliente no Brasil e no exterior. Isso facilitará na hora de cancelar os cartões se os mesmo forem perdidos. Não deixe também de levar um documento extra, como a carteira de motorista. Ela servirá para quase todas as situações, além de ser aceita para dirigir em muitos países, e evitará que você precise andar todo o tempo com o passaporte.

O que fazer no aeroporto antes de embarcar

o que fazer no aeroporto na primeira viagem

Para voos internacionais, você deve se apresentar no balcão da companhia aérea no mínimo duas horas antes do horário de embarque. Atualmente, devido aos problemas de segurança, é adequado chegar bem antes ao aeroporto. Você receberá um cartão de embarque com o número de voo, poltrona, horário e porta (gate em inglês) pela qual embarcará. Guarde-o com carinho, junto com o passaporte, pois, sem eles, você não pega o avião.

Antes de embarcar, você também terá que registrar no posto da Receita Federal do aeroporto sua máquina fotográfica, laptop, filmadora ou qualquer objeto importado de valor, e isso pode tomar tempo. Guarde o documento que lhe fornecerem, ele será seu comprovante de que o aparelho em questão já lhe pertencia ao embarcar e que, portanto não poderá ser tributado na volta. Como nada é perfeito, leve em conta que o registro pode levar algum tempo, conforme o tamanho da fila.

Por ocasião do check-in, será definida sua poltrona. Quanto mais cedo você chegar, melhores serão as chances de pegar um bom lugar. Os assentos a serem evitados são aqueles próximos à asa (que prejudica sua visão e tem o barulho das turbinas) e os que ficam perto dos toaletes (em razão do entra-e-sai de gente). 
Passando pela imigração

passando pela imigração na primeira viagem

Todo passageiro que chega a um país por via aérea passa pelo serviço de imigração. Os policiais poderão lhe fazer muitas perguntas, como a quantidade de dinheiro que você dispõe, quanto tempo pensa em ficar no país, que lugares pensa em visitar, sem tem passagem de volta para o Brasil, etc.

Mulheres jovens vestidas de forma “provocante” podem ter sua entrada barrada em diversos países. Também os que se vestem de modo pouco convencional podem ter problemas. Havendo qualquer problema, responda com franqueza o que lhe for perguntado, mantenha a calma e jamais entre em “bate-boca” nem desacate os funcionários. Se necessário, peça ajuda ao consulado brasileiro, pois você tem direito a isso.

A volta pra casa

voltar para casa depois da primeira viagem

Depois de fazer tudo o que foi planejado e visitar todos os lugares fantásticos da viagem, chega a hora de se despedir e voltar para casa. É comum comprarmos alguma coisinha para lembrar-se da sua primeira viagem ou presentear os amigos. Mas é preciso ficar atento às regras para não perder todos esses itens na alfândega.

A legislação é extensa, confusa e cheia de portarias, instruções normativas, decretos e outros nomes que confundem o viajante. Por isso, vale consultar com atenção o Guia do Viajante da Receita Federal, para saber o que pode e o que não pode ser feito.

Viagens Nacionais

primeira viagem no brasil

Repleto de paisagens de tirar o fôlego, o Brasil tem segredos escondidos em cada esquina, que rendem inúmeras viagens. O problema é o preço. Sim, em muitos casos é mais barato fazer viagens internacionais do que se aventurar dentro do nosso país. Por isso, a primeira dica é ficar atento às promoções que as empresas aéreas oferecem toda a semana.

O Kayak, é uma boa forma de pesquisar os preços em todas as empresas e agências de viagem e depois fazer a compra no site da empresa que oferecer a melhor oferta. O Kayak permite também que você crie alertas de preços, que avisam quando o valor da tarifa que te interessa caiu. Além disso, as companhias aéreas têm newsletters. Sim, ao assinar sua caixa de entrada vai lotar de e-mails, mas no meio daquilo tudo pode aparecer alguma coisa interessante.

Depois, de escolher as passagens, defina a hospedagem. Se você pretende viajar em alta temporada, não deixe para reservar de última hora. Assim como as empresas aéreas fazem promoções, os hotéis e hostels também abaixam os preços. Alguns serviços online de reservas de hotéis não cobram taxas e têm um enorme banco de opções, dos mais variados preços, como é o caso do Airbnb, Booking e Trivago, que já citamos para as viagens internacionais.

Também é possível encontrar modelos gratuitos de hospedagem, como é o caso do CouchSurfing, onde você não paga nada e ainda conhece pessoas interessantes.

Por fim, tome cuidado com os gastos adicionais. Em locais turísticos, qualquer serviço básico, como o buffet de um restaurante pode sair bem mais caro do que o esperado. Procurando bem, é possível encontrar locais bons e baratos. Para isso, você precisa, novamente, se jogar nos braços do Google e pesquisar, pesquisar, pesquisar.

Atente-se também aos serviços turísticos, como passeios de barco ou de trem. Se o preço parecer injusto, não faça. Existem inúmeras alternativas gratuitas, como praias, museus, praças e cachoeiras que valem bem mais a pena. 

Dicas finais de viagens internacionais

dicas para primeira viagem internacional

Pronto, você já sabe tudo o que precisa para viajar, certo? Errado. Tem uma infinidade de coisas pequenininhas, listadas abaixo, que você precisa saber para que a sua primeira viagem seja tranquila.

Remédios

remedios para a primeira viagem

Não é caso de gente hipocondríaca. Nas farmácias do Brasil é mais tranquilo comprar remédios de dores musculares e de dor de cabeça sem a receita na mão. Mas se você vai para o exterior, nunca se sabe se exigem receita para comprar um simples remedinho. Então se prepare antes de viajar e compre tudo, sem esquecer dos remédios de uso contínuo, se for o caso. Neste post tem uma lista bem completa de remédios e itens pra levar na nécessaire.

Acessórios

Alguns acessórios de viagem são tão importantes que a falta deles pode causar um problemão! Por isso, vale fazer uma lista com os utensílios e acessórios que podem ser úteis durante a viagem, como fones de ouvido, tag de mala, cadeados, adaptador de tomada, caneta, carregador de celular, carregador de bateria portátil, um bom livro, guia e mapa da cidade, óculos escuros, sacolas para roupa suja, mini kit de costura e mini kit de primeiros socorros.

Ligações internacionais

ligacoes internacionais na primeira viagem

Você vai precisar avisar seus amigos e familiares que chegou são e salvo ao seu destino, não é? Antes de tudo é preciso saber o prefixo internacional, disponível no Country Codes. Depois, para ligar, você deve colocar o código do país, o DDD e o telefone a ser chamado. Assim: +55 11 XXXX-XXXX. A cobrança da chamada é feita na conta do remetente da ligação.

Se for utilizar o celular, algumas operadoras exigem que o cliente habilite o serviço de roaming internacional para que possa utilizar seu celular em outros países. Os custos da ligação podem ser bem altos, por isso, vale mais a pena comprar um chip de uma operadora local.

E aí, preparado para se aventurar mundo afora? Quando voltar, conta pra gente como foi a viagem!

Cadastre seu e-mail!

Receba novidades sobre Viagens, estilo de vida e moda masculina!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nunca vamos dar, trocar ou vender seu endereço de e-mail. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades e lançamentos.